Categoria

Impostos

Categoria

Tributação de serviços digitais: veja aqui como funciona!

Em uma era de plena conectividade, é cada vez mais comum a abertura de empresas que ofereçam serviços digitais, adotando o ambiente virtual como o seu principal canal de negócios. No entanto, existe uma dúvida recorrente entre os empreendedores de primeira viagem: a tributação.Como você perceberá neste artigo, esta é uma leitura fundamental para quem decide empreender nesse ramo, pois orienta dicas importantes sobre o assunto e suas curiosidades. Então, aproveite o momento para acompanhar o conteúdo e descobrir mais sobre o tema!As particularidades tributárias das empresas de serviços digitaisEm um primeiro momento, é importante tipificar a sua operação da maneira mais realista possível, identificando o enquadramento correto para as suas atividades. A grosso modo, toda operação de comércio online é entendida sob a categoria do e-commerce, o dito comércio eletrônico.Em essência, as operações de e-commerce são tipificadas em duas categorias: atividade que comercializa mercadorias por intermédio de lojas virtuais;…

Entenda como funciona a tributação para e-commerce

Não é porque as lojas virtuais fazem vendas a distância que não há a necessidade de pagar impostos. Na verdade, a tributação para e-commerce é um dos pontos cruciais para o sucesso do negócio e merece sua total atenção.Ao falar de regimes tributários, é possível escolher alternativas como o Simples Nacional, o lucro presumido e até o lucro real. No entanto, é preciso conferir as características da atividade para selecionar a melhor opção. Tomada a decisão, o Fisco não diferencia vendas físicas ou virtuais, então é necessário tomar todos os cuidados.Para não ter dúvidas e nem escorregar no cálculo dos impostos, veja como funciona a tributação para e-commerce!Como é a emissão de nota fiscal?Com exceção do Microempreendedor Individual (MEI) que vende para pessoa física, todas as pessoas jurídicas devem emitir nota fiscal. No caso das lojas virtuais, a versão eletrônica (NF-e) é a opção escolhida para acompanhar o transporte.É necessário…

Imposto Sobre Serviços: Entenda como funciona esse tributo!

As empresas que atuam no Brasil precisam lidar com uma alta carga de tributos, pois o sistema tributário brasileiro inclui uma grande variedade de impostos. Ter conhecimento sobre cada um deles é uma tarefa árdua, mas necessária. Por isso, as companhias prestadoras de serviços precisam conhecer a fundo o Imposto sobre Serviços (ISS).Trata-se de um imposto de competência do Distrito Federal e dos municípios, que incide sobre a prestação de serviços. Contudo, a incidência não se dá sobre qualquer serviço, e se relaciona apenas às atividades descritas na lista anexa à Lei Complementar n.º 116/2003, que trata sobre o tema.Para saber mais sobre esse imposto e esclarecer as principais dúvidas a respeito do assunto, siga a leitura!Quando o Imposto sobre Serviços deve ser pago?O ISS é cobrado de diferentes maneiras, a depender da forma de atuação do prestador e do regime tributário ao qual ele se enquadra. É importante ter…

Parcelamentos Federais Prorrogados

Uma boa notícia para as empresas! A Receita Federal publicou ontem uma nova Portaria que prorroga o vencimento de parcelamentos federais. Só não estão contemplados os parcelamentos de Simples Nacional. Veja como ficou o vencimento das próximas parcelas:

Regime de tributação: confira qual o modelo adequado para sua empresa!

Notadamente, crescer no ambiente empresarial é um objetivo para muitos dos nossos leitores. No entanto, da forma como percebemos, esse desejo deve sempre ser acompanhado por um senso de responsabilidade, que motiva o empreendedor a crescer de maneira sustentável e ética dentro do seu mercado.Neste post, falaremos de um tema que faz menção direta à sua trajetória: o regime de tributação. Saber onde posicionar sua empresa, principalmente em períodos de crescimento, é algo fundamental para a sua regularidade tributária e a continuidade das suas operações. Portanto, não perca tempo e nos acompanhe nesta jornada!Os principais tipos de regime de tributaçãoPrimeiro, é importante entender o que de fato é um regime tributário. Basicamente, trata-se de uma modalidade de enquadramento às quais as empresas devem obedecer, pagando os impostos compatíveis à categoria na qual está incluída. Assim, destacamos a maior curiosidade sobre os regimes: existem vários, cada qual com suas próprias condições,…

O que é Bloco K e quais empresas devem cumprir essa obrigação?

Caso tenha o hábito de ler o nosso portal, é provável que já esteja acostumado com os vários temas sobre a contabilidade e gestão do seu negócio. Pois bem, hoje não seria diferente! Mas aqui aproveitamos para explicar uma obrigação fiscal muito importante para algumas empresas: o Bloco K.Como perceberá durante o artigo, essa é uma questão fundamental aos estabelecimentos industriais e atacadistas, que carregam uma responsabilidade legal na declaração e controle de seus estoques. Então, não perca a oportunidade de aprender mais sobre o tema acompanhando esta leitura!O conceito do Bloco KEm essência, o Bloco K é uma categoria do projeto nacional de Escrituração Fiscal e Digital, o EFD. Nesse bloco, são inclusas orientações para que as empresas mantenham um livro digital para o registro e controle de seu estoque e produção.Efetivamente implementado em 2017, o bloco, assim como os demais no EFD, tem como objetivo desestimular a sonegação,…

Entenda como funciona a tributação do ICMS e ISSQN sobre as novas tecnologias e startups!

Hoje, falaremos de um tema cada vez mais importante no empreendedorismo brasileiro. Afinal de contas, você sabe como funciona a tributação de novas tecnologias? Caso não, saiba que está tudo bem! Até porque esse é um dilema generalizado na política tributária, que vem discutindo como avaliar, mensurar e cobrar os ganhos das empresas digitais. Inclusive, vale destacar que essa discussão está em andamento em vários países no mundo, sobretudo naqueles que foram o berço do desenvolvimento eletrônico e tecnológico, tal como Japão, Estados Unidos e Alemanha. Então, não perca a oportunidade de descobrir mais sobre o assunto, visualizando esse processo na economia brasileira. Vamos lá! A importância de avaliar a tributação de novas tecnologias Tradicionalmente, a tributação sempre foi um tema complexo, mas, ainda assim, previsível. Pois veja, até antes da revolução digital, com a enxurrada de aplicativos e serviços eletrônicos, todos os modelos de negócio contavam com uma rentabilidade…

Planejamento fiscal: saiba como preparar o seu para o próximo ciclo!

Com um mercado em constante transformação, é cada vez mais importante ser amparado por boas estratégias contábeis. Com isso em mente, desenvolvemos o post de hoje! O nosso objetivo é demonstrar o impacto e os benefícios de um planejamento fiscal sobre os seus resultados. Para tanto, compilamos aqui as principais técnicas do tema, explicando o conceito dessa metodologia e como é possível implementá-la na sua operação. Então, sem mais delongas, aproveite esta oportunidade para melhorar as suas táticas de gestão. Vamos lá! O conceito e a importância do planejamento fiscal Assim como qualquer outro módulo de planejamento, esse método tem como objetivo aumentar a previsibilidade dos seus resultados. Afinal de contas, esse é o propósito básico do ato de planejar: antecipar situações, gastos e eventos futuros para então visualizar seus impactos sobre o caixa. O mesmo vale para o planejamento fiscal. No entanto, a grande diferença aqui é o objeto…

Saiba mais sobre o cálculo DIFAL

O Diferencial de alíquota, conhecido como DIFAL, foi instituído por meio da Emenda Constitucional 87/15, com a finalidade de fazer com que o estado de destino recebesse uma parte do ICMS devido pela transação interestadual, como forma de proteger a competitividade do estado onde o consumidor reside. Isso porque, quando uma mercadoria é mais barata do que no estado onde o cliente mora, já que o ICMS é mais baixo, ele vai comprar nesse outro estado. Logo, o DIFAL foi criado principalmente para equilibrar essa situação. Devido a sua importância, é necessário que todos os empresários conheçam o funcionamento do DIFAL. Pensando nisso, elaboramos este port. Confira! Quando ele ocorre? A circunstância geradora do DIFAL acontece nas operações que destinam bens e serviços ao consumidor final, contribuinte do imposto ou não, localizado em outro estado. O recolhimento será devido nos seguintes casos: ao destinatário, quanto for o contribuinte do imposto; ao…

Entenda como otimizar a emissão de obrigações acessórias

A legislação brasileira é muito complexa e burocrática quando o assunto são as obrigações acessórias que devem ser cumpridas por todas as empresas. Elas compreendem todos os trâmites que são utilizados como base para elaboração de demonstrações contábeis, emissão de notas fiscais, apuração de impostos e outros processos financeiros. Devido à grande quantidade de documentos, essas tarefas podem gastar muito tempo para ser executada, impactando na produtividade no negócio. Além disso, é muito importante ter atenção ao cumpri-las, já que qualquer erro quanto à declaração ao Estado pode acarretar em penalizações ao estabelecimento, como multas e outras sanções impostas pelos órgãos regulamentadores. Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar como fazer a emissão das obrigações acessórias de forma eficiente. Acompanhe! Quais são as principais obrigações acessórias? Entre as principais obrigações acessórias vigentes no país estão: Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf): deve ser prestado por todas as companhias com o…