Uma das principais reclamações dos empreendedores é a dificuldade em visualizar o lucro; muitas vezes a falta de resultados está atrelada a pequenos erros cometidos no dia a dia das organizações.

Isso, em um primeiro, pode não parecer algo grave, mas em longo prazo pode comprometer a gestão financeira da sua empresa.

Essa gestão é a principal ferramenta que norteia as ações provisionadas e realizadas dentro dos empreendimentos. Pois com ela é possível analisar o atual cenário da empresa e projetar ações efetivas com base em informações financeiras, operacionais e estratégicas.

Pensando em auxiliar no desenvolvimento do seu negócio, listamos 4 erros comuns que ocorrem nas empresas e que você deve evitar. Continue a leitura!

1. Misturar as despesas

Uma das dicas mais importantes que todo empreendedor precisa ter é: não misture as despesas pessoais com as despesas empresariais. Um equívoco básico, mas que pode comprometer o fluxo de caixa e a projeção dos custos das operações.

Utilizar as contas bancárias empresariais para os pagamentos de despesas pessoais pode ser um gargalo para a falta de controle das suas operações. Isso, além de comprometer o seu planejamento, pode prejudicar a conciliação das contas. Dessa maneira, misturando as despesas você não sabe qual é o gasto efetivo do seu negócio.

2. Não registrar as operações

Muitas vezes desconsiderar pequenos gastos pode parecer algo que não influenciará nos resultados finais, no entanto, quando essas pequenas despesas são somadas, o resultado pode ser algo bem significativo.

A falta de registro das receitas e despesas afeta diretamente as operações financeiras e contábeis, visto que, não realizando o lançamento destes dados, você estará trabalhando com informações que não são reais.

3. Desconsiderar o ciclo financeiro

Possuir um capital de giro é essencial para manter um equilíbrio do departamento financeiro. Para que isso ocorra, é imprescindível que o empresário conheça o ciclo operacional do seu negócio. Não saber esses detalhes pode comprometer seu fluxo de caixa.

Suponha que você possui um capital de giro consideravelmente alto; com posse disso, você não precisa contar com as receitas de curto prazo, pois a compra de material e os pagamentos dos impostos podem ser organizados com o seu capital.

Logo, as novas receitas poderão esperar seu prazo normal de recebimento, evitando, assim, que seja necessário solicitar empréstimos ou antecipar o recebimento de boletos, em caso de vendas a prazo.

4. Não utilizar as demonstrações contábeis

A contabilidade é uma fonte muito rica de informações, engana-se quem ainda a considera uma mera ferramenta tributária.

Os empresários que usufruírem dos dados que ela disponibiliza, certamente conseguirão obter informações primordiais para a gestão do empreendimento. Dessa maneira, por meio da contabilidade é possível analisar a lucratividade, rentabilidade e ponto de equilíbrio, além de ter em mãos os demonstrativos embasados em dados sólidos para tomada de decisão.

Manter um equilíbrio financeiro dentro das empresas não é uma tarefa fácil, pois em pequenos negócios normalmente o dono é responsável por diversas atividades. Por esse motivo, evitar os pequenos erros pode assegurar a otimização dos resultados.

Agora que você conheceu os principais erros a evitar na gestão financeira, siga-nos no Facebook e Instagram, e acompanhe conteúdos exclusivos para melhorar seu negócio!

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This