Não é nenhuma novidade que a carga tributária brasileira é demasiadamente elevada e que essa condição prejudica, e muito, os microempresários. A boa notícia é que existem formas legais de se conseguir reduzir esse impacto sobre a atividade da companhia, gerando uma economia significativa.

Neste post, você conhecerá 5 maneiras práticas para reduzir a alta carga tributária da sua empresa. Acompanhe!

1. Faça um planejamento tributário

O primeiro passo para reduzir a carga tributária é o planejamento tributário. Sem ele, a companhia não consegue aproveitar os incentivos fiscais que os governos — das esferas federal, estadual e municipal — proporcionam por meio da legislação. Utilizando métodos legais, conhecidos como elisão fiscal, a empresa pode conseguir evitar a incidência de tributos, redução do valor e, até mesmo, o adiamento do pagamento de determinados impostos, sem ensejar multas e outras penalidades.

Por isso, conhecer detalhadamente todos os tributos a que a organização está obrigada é fundamental, assim como o que a legislação discorre sobre cada um deles e quais as possibilidades de redução.

2. Tenha atenção aos benefícios fiscais

Já citamos que o planejamento tributário proporciona o aproveitamento dos benefícios fiscais. Pois bem, é muito importante analisar as legislações federal, estadual e municipal para descobrir se existe algo específico para a sua atividade.

Essa é uma importante forma para reduzir consideravelmente o impacto da carga tributária. Em troca de algumas ações, entradas em programas do governo ou investimentos em áreas específicas, a empresa tem redução ou isenção do Imposto de Renda (IRPJ) e da Contribuição Social (CSLL).

Além de gerarem economia, esses benefícios costumam incentivar investimentos para ações voltadas à cultura, à educação ou à responsabilização e conscientização social. Ainda, contribui para divulgar sua marca e gerar credibilidade perante os seus clientes e a sociedade.

3. Reduza o pró-labore

Outro fator que quase nenhum empreendedor tem conhecimento é de que sobre o pró-labore incide Imposto de Renda, mas sobre a divisão anual de lucros não. Ainda sobre o pró-labore incida, também, a contribuição previdenciária, que aumenta de acordo com o valor retirado. Por isso, vale conversar com os seus sócios e o seu contador para, juntos, pensarem em uma estratégia, a fim de reduzir o pró-labore e aumentar a divisão de lucros. Essa é uma forma vantajosa e lícita de economizar em tributos.

4. Subdivida a empresa se necessário

Quando a organização realiza mais de uma atividade, é possível adotar a subdivisão para enquadrar cada uma delas no melhor regime tributário e conseguir uma economia global. Para alguma das atividades, ainda dá para obter majoração dos tributos. Mesmo que a companhia exerça apenas uma ocupação, a subdivisão pode reduzir a carga tributária por diminuir a base de cálculo de cada parte e, assim, gerar incidências e alíquotas menores.

5. Terceirize atividades não essenciais

Uma das formas mais utilizadas para diminuir o impacto dos tributos é a terceirização de atividades não essenciais da empresa. Ela é muito comum, pois ajuda a reduzir os impostos e as obrigações em função do número de funcionários. A terceirização ainda ajuda a economizar em questões como:

  • aquisição de soluções tecnológicas;
  • compra de ativos, como móveis e computadores;
  • pagamentos de salários altos para colaboradores exclusivos;
  • passivos trabalhistas, como 13º salário, férias e Fundo de Garantia.

Sendo assim, organize o trabalho de maneira que não prejudique o serviço e o atendimento aos clientes para, então, definir quais setores devem ser terceirizados. Além da economia, sua empresa terá a possibilidade de contar com profissionais especializados e equipes inteiras qualificadas e com foco específico na sua área de atuação. Um bom exemplo é a terceirização da contabilidade.

Com ela, a companhia não precisa arcar com toda a estrutura para montar um departamento contábil e fiscal e, ainda assim, pode contar com peritos nas áreas por meio de assessoria especializada. Igualmente, pode ser feito com outras áreas, como marketing, limpeza e conservação.

Por fim, uma gestão tributária eficiente proporciona redução da carga tributária e mais recursos para a realização de outros investimentos.

Este conteúdo ajudou você? Ainda tem dúvidas em relação à redução da carga tributária? Compartilhe conosco e com os demais leitores, deixando o seu comentário logo abaixo!


Escreva um comentário

Share This