Com a necessidade de automatizar e informatizar processos, as empresas têm buscado soluções que possam ajudar no cumprimento de novas exigências As tradicionais notas de papel estão sendo substituídas pelo modelo eletrônico.

Com essa possibilidade, as informações passam a ser armazenadas em um banco de dados virtual, oferecendo mais segurança, facilidade, credibilidade e maior controle contra a sonegação de impostos nas empresas.

O grande detalhe é que existem diferentes tipos de nota fiscal eletrônica e, para cada uma delas, existe uma espécie de atividade e de público emissor e receptor. Para conhecer cada um deles, continue acompanhando nosso conteúdo. Confira!

Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um dos modelos mais conhecidos e que faz parte do dia a dia da maioria das empresas. Esse tipo de nota é utilizado tanto para compra e venda de produtos físicos quanto em operações de lojas virtuais.

O formato digital surgiu para substituir os antigos modelos de preenchimento físico de notas fiscais 1 e 1-A. É importante destacar que a Nota Fiscal Eletrônica também deve ser utilizada nas operações de importação e exportação, bem como nas interestaduais e de transferência de mercadorias entre estoques.

A partir do momento que a empresa emite a nota fiscal eletrônica, o Fisco está apto a recolher o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e do IPI (Imposto de Serviços). Vale dizer também que, para a utilização da NF-e, é preciso o uso de certificado digital.

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e)

Este é um dos tipos de nota fiscal eletrônica utilizada nas operações com incidência de ICMS, mas com uma diferença das demais: ela é emitida para consumidores finais, ou seja, para pessoas físicas, farmácias, mercados etc que não sejam contribuintes de ICMS.

A Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica foi criada para substituir o antigo cupom fiscal, apesar de não ser obrigatória em alguns estados brasileiros. De maneira simples, este tipo de nota serve para identificar e caracterizar o que cada consumidor adquiriu, como:

  • descrição da mercadoria;
  • data e hora;
  • identificação jurídica da loja;
  • condição de pagamento etc.

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e)

A nota Fiscal de Serviço Eletrônica surgiu para substituir a Declaração de Serviço e deve ser emitida sempre que houver a incidência do Imposto sobre Serviço (ISS). Ela é um documento que recolhe os impostos municipais, ou seja, é exigida e emitida no respectivo município onde o serviço é prestado. As informações são transmitidas para a Prefeitura da cidade por meio do Recibo Provisório de Serviços (RPS).

Esse tipo de Nota Fiscal Eletrônica tem como objetivo informar os casos de compra e venda de serviços de consultoria e contabilidade, por exemplo.

A diferença entre NF-e e NFS-e é que, no primeiro caso, há a cobrança de tributos estaduais e federais. Já no segundo, há apenas a coleta de impostos municipais, como o ISS, cuja responsabilidade é do município.

Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

A nota de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) é um tipo de documento fiscal emitido nas operações de transporte de cargas intermunicipal ou interestadual, e que são tributadas pelo ICMS. Ela substituiu os modelos tradicionais utilizados até 2012, e entre algumas informações que são prestadas, se destacam:

  • descrição do produto;
  • peso e volume;
  • montante do ICMS;
  • valor da mercadoria;
  • código fiscal de operações e prestações (CFOP).

Os diferenciais de uma ajuda especializada

As distintas categorias de nota fiscal eletrônica surgiram para facilitar as diversas modalidades de negócio, além de reduzir os custos que, na maioria das empresas, geram resultados negativos em suas operações.

No entanto, a aplicação correta de cada nota em determinados serviços e atividades nem sempre é tão simples. Com isso, contar com a ajuda de profissionais especializados é fundamental para evitar erros e falhas, além de eliminar retrabalhos que impactam na produtividade.

Nosso conteúdo foi útil? Agra que você conhece os tipos de nota fiscal eletrônica, que tal compartilhar nosso conteúdo nas redes sociais? Corre lá e ajude a divulgar todas as informações aos demais interessados!

1 Comentário

  1. Pingback: Como cancelar uma NF-e? Veja como fazer isso em 4 passos! - Blog MegaOffice - Informações para empreendedores em crescimento

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This