Nada de robôs invadindo o planeta e lutando contra humanos. A tecnologia e a inteligência artificial criaram a inteligência de dados, um processo com capacidade de realizar uma análise mais otimizada das informações de uma empresa, aumentar a produtividade e melhorar a tomada de decisões.

Essa utilidade é cada vez mais crucial, visto que, com o passar do tempo, a tendência é os dados aumentarem de volume, tornando as análises ainda mais complexas. A Gestão de Pessoas só tem a ganhar com esse avanço. Por meio de ferramentas de Big Data, Business Intelligence e People Analytics, ela pode enriquecer suas práticas de recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, entre outras.

Acompanhe a leitura e descubra algumas das vantagens em usar inteligência de dados no RH!

Maior produtividade

Com a ajuda da inteligência artificial, é possível reter, tratar e analisar uma quantidade grande de informações. Isso nos permite ter como base dados mais confiáveis, o que dá mais respaldo para tomada de decisões, que, inclusive, se torna mais rápida.

Um exemplo dessa aplicação é na possibilidade de fazer triagens mais eficientes de candidatos para a entrevista de seleção. Ao ter um objetivo mais preciso e transparente, é possível selecionar os colaboradores ideais, que podem aumentar o desempenho da empresa.

A parte da comunicação entre funcionários e setores também sofre otimizações, já que todos têm acesso às informações centralizadas e disponibilizadas em tempo real. Isso permite realizar e mudar operações no momento adequado.

A inteligência de dados também traz mais foco em resultados e no valor agregado que cada colaborador é capaz de propiciar. Ainda, as avaliações de desempenho se tornam mais fiéis ao que se pretende observar, evitando julgamentos subjetivos.

Mais retorno para a organização

É possível realizar um estudo mais aprofundado das necessidades da organização. Isso possibilita direcionar melhor todos os processos do RH, a fim de obter mais retorno sobre cada investimento.

Usar a inteligência artificial permite diminuição do turnover e absenteísmo, evitando gaps de produtividade e otimizando o cumprimento dos objetivos da empresa. Também, é possível conseguir mais sintonia entre todos os colaboradores com a cultura organizacional, ocasionando melhorias no clima e na satisfação de cada um.

Eliminação de erros nas rotinas

A inteligência de dados ainda viabiliza a medição dos índices de assiduidade e pontualidade com mais precisão, tornando mais confiável, por exemplo, o cálculo do cumprimento da jornada de trabalho, das horas extras e da rescisão contratual.

O acesso a uma base grande de dados possibilita criar algoritmos capazes de fornecer informações cada vez mais acuradas. Com isso, a empresa evita contratações equivocadas e afasta as consequências negativas que poderiam advir delas, como aumento de despesas e diminuição de desempenho.

A partir de um melhor acompanhamento de métricas de desempenho, é possível  fornecer treinamentos mais personalizados ao colaborador. Com isso, temos melhorias na performance dele, mais retorno à empresa e trabalhos mais alinhados com as estratégias organizacionais.

Por fim, os comportamentos subjetivos ainda podem ser transformados em dados, que alimentam os algoritmos, tornando-os mais otimizados para realizar previsões e projeções de cada conduta ou escolha.

Dito tudo isso, podemos concluir que é primordial às empresas estarem atualizadas com as transformações digitais, fazendo uso da inteligência de dados, a fim de conseguir suprir suas necessidades e obter resultados mais promissores.

Gostou do artigo? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os conteúdos importantes para seu negócio se desenvolver!


Escreva um comentário

Share This