No mundo dos negócios, a premissa para o sucesso empresarial é saber exatamente qual o montante que a empresa tem. No entanto, quando mistura-se as contas, a saúde financeira do empreendimento pode ficar em perigo. Por isso, é imprescindível saber como separar as contas da empresa das contas pessoais.

Essa separação é essencial, tanto para o orçamento doméstico quanto para o orçamento empresarial, sendo um erro muito comum no dia a dia das pequenas empresas. Contudo, isso não precisa ocorrer com você.

No post de hoje, apresentamos algumas dicas fundamentais para você aprender a separar as contas da empresa de suas contas pessoais. Confira!

Defina suas retiradas

Fazer retiradas constantes de valores do caixa da empresa pode não parecer um problema grave, porém, quando realizadas continuamente, elas tornam-se um gargalo, que em longo prazo prejudica o fluxo de caixa do seu negócio. Isso também ocorre com as despesas pessoais. Para adquirir responsabilidade com terceiros é necessário saber quanto você pode gastar, afinal sem um salário fixo é perigoso assumir dívidas.

Por isso, não deixe essas preocupações atingirem seu empreendimento, determine um salário fixo para você, ou seja, um valor pelos serviços prestados na administração da empresa. Legalmente falando, o pró-labore é diferente do salário, pois não é regrado pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), uma vez que não tem incidência de FGTS, 13º salário ou férias.

Contudo, o pró-labore caracteriza um valor fixo que deve ser contabilizado documentalmente e, é claro, registrado no fluxo de caixa. Essa operação garante o valor para suas despesas pessoais e fará parte do valor orçado da sua empresa.

Utilize contas bancárias separadas

Separar as transações bancárias é outro item importantíssimo na separação das contas pessoais das contas empresariais. Muitas vezes, o volume de transações bancárias pode confundir os empreendedores, ocorrendo a falta de controle dos valores que são referentes às operações da empresa e pessoais. Por esse motivo, tenha contas distintas, uma referente às transações financeiras da sua empresa e outra para as transações financeiras pessoais.

Mapeie as despesas

Algumas despesas básicas são comuns tanto na vida pessoal como no dia a dia da empresa: desembolsos com água, luz, telefone, além de alguns materiais de expediente. Isso pode acarretar em equívocos na hora de realizar o pagamento dessas despesas. E não ter o controle efetivo delas significa, muitas vezes, provisionar valores erroneamente, gerando informações equivocadas sobre a lucratividade do negócio.

Tenha um fluxo de caixa

Essa ferramenta é indispensável em qualquer modelo de gestão, seja dentro de uma empresa seja no controle diário das despesas pessoais. O fluxo de caixa permite o domínio eficaz do que realmente está ocorrendo e com qual montante a empresa está trabalhando. Nele estará elencado todas as entradas e saídas financeiras lançadas conforme a sua classificação operacional.

Com o fluxo de caixa alimentado corretamente é possível administrar e identificar rapidamente operações que comprometam as finanças.

Obtenha um software de gestão

A tecnologia agregou fatores imprescindíveis para a evolução dos empreendimentos, porém ela só é visível quando bem aplicada. Hoje, existem softwares gerenciais que integram as informações de diferentes fontes, possibilitando, assim, um controle eficiente do empreendimento. Esse modelo de sistema é fundamental para a organização de todos os processos, facilitando também a separação das contas da empresa das contas pessoais.

Em suma, separar as contas da empresa das contas pessoais pode ser difícil no primeiro momento. No entanto, seguindo as ações que mencionamos, sua empresa certamente ficará longe de riscos eminentes, podendo, inclusive, crescer.

Agora que você aprendeu as principais dicas de como separar as contas da empresa das contas pessoais, conheça 5 motivos para contratar uma assessoria fiscal!


Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This